Sexta, 15 Dezembro 2017

Diretoria

Diretoria Executiva

 
Aldari Onofre Leite

Presidente

 
 
Magnelson Carlos de Souza

Vice Presidente

 
Angelo Alceu Agostinetti

Diretor Administrativo

Carlos Donizeti A. da Silva

Diretor Financeiro

Valdemar de Oliveira C. Júnior

Diretor Administrativo Adjunto

Delocir Valentim da Costa

Diretor Social


Suplentes

Alfredo de Oliveira Filho
Maurício Fernandez Monaco
Paulo Eduardo O. Leite
Roberto Alarcon Filho

Conselho Consultivo

José Guedes Pereira

Presidente do Conselho Consultivo

Moisés Martins Bicalho
Hélio Soares de Lima
Edson Augusto Andreo

CONSELHO FISCAL

Antonio Zeferino Ocaso
Cesar de Souza Rabelo
Edson Marcos R. de Lima

Conselho Fiscal - Suplentes

Luis Henrique P. M. de Oliveira
Marcus Vinicius Guedes
Nelson Ganzarolli

Conheça nossa História

 

1946

A Associação Estadual

Um ano pós a II Guerra Mundial um grupo de 40 empresários se uniu e fundou a Associação Estadual das Autoescolas. Aquele feito, na verdade, foi o sinal de que seria a hora de mudar. Muito embora o trânsito daquela época fosse muito diferente dos dias atuais, já havia a preocupação de uma categoria com a responsabilidade de formar bons condutores.

1962

Crescimento da categoria

No ano em que Garrincha encantou o mundo com a conquista do bicampeonato mundial no Chile o transito nas ruas e estradas de São Paulo aumentava. O trabalho nas Autoescolas já era diferente e os instrutores tinham novas preocupações pois o trânsito tornava-se cada vez mais perigoso. A Categoria crescia e precisava de uma representatividade maior. Dessa forma, a Associação se transformou em Sindicato , que foi constituído através da Carta Sindical entregue no dia 11 de maio aos seus dirigentes pelo então Ministro do Trabalho Indústria e Comércio André Franco Montoro.

1981

+ Autoescolas

Nesse ano os carros bem mais modernos já tomavam conta das vias. Mais carros, mais motoristas e consequentemente mais Autoescolas. Com isso surgiu a necessidade de uma organização maior. Acontece então em Curitiba, no Paraná, o 1º Congresso Nacional da Categoria com a participação de vários dirigentes de trânsito do país e que resultou em enormes conquistas para a classe.

1998

O CTB

Foi o ano em que marcou o início de uma nova era para a Categoria, para o Governo e para os Órgãos de Transito, pois entrou em vigor o Código de Trânsito Brasileiro, que é um dos mais modernos do mundo. O novo CTB mudou radicalmente o formato e o conteúdo das Autoescolas, e também o processo de habilitação de condutores. Passou as existir a figura dos Centros de Formação de Condutores. Essa foi uma mudança radical, mas necessária para acompanhar a evolução do trânsito e de um mundo que se tornou globalizado.

1999

Portaria Detran.SP nº 540/99

Ano de publicação da Portaria Detran.SP de nº. 540 que regulamentou o trabalho das Autoescolas e Centros de Formação de Condutores/CFC’s.

2008

1º Curso de LIBRAS

Em convênio com a Divisão de Educação e Reabilitação de Distúrbios da Comunicação – DERDIC – PUC São Paulo, o Sindicato realizou o 1º Curso de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais.

2009

De casa nova

Foi o ano em que o Sindicato ganhou casa nova. Em decorrência do processo de descentralização do Detran.sp, o Sindicato mudou para Avenida Santos Dumont e manteve inalterada a qualidade do atendimento aos seus representados.

2010

eCNH-sp

Ano em que o sistema eCNHsp foi o principal tema para a categoria. A implantação do referido sistema foi uma determinação do Ministério Público para evitar fraudes nos processos de formação de condutores.

2011

Novo Detran.SP

Mais um ano de mudanças para a categoria das Autoescolas/CFC’s pois o Governador Geraldo Alckmin instituiu comissão para apresentar propostas de reestruturação funcional do Detran.SP. Esta medida transferiu a competência administrativa do órgão, que anteriormente era da Secretaria de Segurança Pública, para a Secretaria de Gestão Pública.

2013

Modernização

Ano em que o Sindicato.sp promoveu grandes mudanças! Mudou sua imagem, mantendo toda a credibilidade que já lhe era atribuída, mas com mais modernidade, acompanhando não só as mudanças do mundo, como da própria categoria que vem passando por grandes transformações. Mudou suas formas de comunicação, pois atualizou o seu portal, criando mecanismos mais fáceis e simples para a localização da informação, repensou sua forma de contato com o público criando o canal “fale conosco”, bem como proporcionou um canal direto com o usuário, que através de enquetes poderá expor a sua opinião acerca de vários assuntos.

2014

Nova Diretoria

Em 10 de março o Sindicato anuncia sua nova diretoria para o mandato de 2014 à 2018, tendo como presidente Sr. Aldari Onofre Leite.