• Av. Tiradentes, 998 7º andar, Luz - SP
  • (11) 4280-6450
  • secretaria@sindautoescola.org.br

EDITORIAL: Eleições 2018 e um manifesto de toda a categoria

 

     

 

Por Magnelson Carlos de Souza
Criado em 05/10/2018 - Última modificação em 05/10/2018
Acessos: 383

O Sindicato enviou aos candidatos à Presidência um manifesto da categoria

 

Em editoriais anteriores da Revista Autoescola, afirmei que todos os setores da sociedade devem ter um posicionamento político claro. Agora, às vésperas de uma eleição cercada de expectativa – e dúvidas –, o assunto não poderia ser outro: nós, enquanto Autoescolas e empresários de um setor que é uma delegação do serviço público, precisamos entender e participar mais da política.

Para muitas pessoas as eleições não passam de um fardo, um sacrifício a ser feito no primeiro domingo de outubro dos anos pares. Porém, o que importa é que o ano eleitoral é uma chance especial por ser um período no qual a sociedade procura alternativas para seus problemas.

Agora, uma pergunta: será que temos nos preocupado em entender como funciona a política ou, ao invés de debater, apenas cultivado o hábito de “bater”?

Diante desse quadro e após análise do atual cenário do país e das incertezas que nos cercam em âmbito federal e estadual, a diretoria do Sindicato decidiu elaborar um documento direcionado a todos os presidenciáveis.

O “Manifesto aos candidatos à presidência da República” é uma carta aberta da categoria aos candidatos políticos. Inclusive, abrimos espaço para sugestões das Autoescolas/CFC’s interessadas em contribuir.

Esse documento deixa claro desde já que o trânsito deve ser prioridade de governo de qualquer candidato eleito. Basta olhar os índices alarmantes de acidentalidade e mortalidade no País, além da gestão, no mínimo duvidosa da mobilidade urbana em todo o território nacional.

Entre as várias outras propostas apresentadas no documento, foi enfatizada a ideia de transformar o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) numa Agência Nacional de Trânsito. Uma instituição com autonomia administrativa e financeira para agir e legislar em favor da melhoria do trânsito, um trabalho sempre em conjunto com os departamentos estaduais de trânsito.

O manifesto defende uma ação governamental mais ativa na priorização do trânsito, intensificando as ações do Código de Trânsito e do recente Plano Nacional de Mortes e Lesões no Trânsito. Assim, a categoria poderá ter uma participação efetiva na busca de soluções que precisam ser norteadas com mais transparência e profissionalismo. Portanto, convido você, leitor, a ler o manifesto na íntegra (leia aqui). Ele foi enviado a todos candidatos.

Não quero passar uma falsa ideia de que é fácil e basta apenas acompanhar a política para que se resolvam todos os problemas. Não é isso. No entanto, são nossas escolhas que definem o destino do Brasil e, consequentemente, os rumos de nossa atividade profissional.

Diante dessas incertezas que cercam o atual quadro político do País, o Sindicato fez uma projeção do possível cenário político para os próximos quatro anos e dessa maneira enviou a todas as Autoescolas/CFC's indicação de voto para Deputado Estadual e Federal, com o propósito de apenas, e tão somente, construir um canal de comunicação com o próximo Governo Estadual e Federal.

Temos que ter a consciência e a responsabilidade que será somente através do voto que poderemos interferir no futuro do nosso País e das próximas gerações. Não feche os olhos, faça sua parte como cidadão e participe na construção de um Brasil melhor!

 

 

Leia sobre

eleicoes  politica  manifesto 

 

Estamos no WhatsApp!

Cadastre seu número para receber diariamente nossas notícias